Seu Ponto Fraco no Aprendizado de Japonês

Projeto Revista Seu Ponto Fraco no Aprendizado de Japonês

Foto: Guwashi999

(Traduzido do site TOFUGU. Original aqui.)

Humanos são ótimos em evitar suas fraquezas. Pensar nelas dói, e os nossos cérebros estão conectados de forma a dar preferência para o caminho mais fácil. É a sua perseverança que previne você de fazer o que é fácil o tempo todo, no entanto. Porque perseverança é um recurso limitado, você tem que pegar e escolher com o que você vai usá-la para ter o melhor resultado possível. Se você quer melhorar seu japonês, eu espero que você a use aqui:

(Resumo do vídeo:A dica é para todos os níveis de aprendizes de japonês, iniciante, intermediário, avançado, fluente. Eu acho que é algo que todo mundo sabe lá no fundo do coração, mas não têm muita vontade de assumir. E isso é focar no seu ponto fraco. Se você pensar nas pessoas que são muito boas em algo, elas não se tornam boas por praticarem as coisas nas quais elas são boas, elas praticam as coisas nas quais elas não são boas. Ao praticar as coisas nas quais elas não são boas, elas fazem todo o resto melhorar.)


Reflita sobre o seu japonês por alguns minutos. Eu quero que você localize seu maior ponto fraco. O que constantemente te impede de seguir em frente? O que te pega? Que tipo de coisa que você mais tem que pesquisar? O que você mais odeia estudar? Quanto mais você tiver estudado japonês, mais tempo essa reflexão vai levar e você terá mais coisas para considerar. Mas no final, eu quero que você escolha uma coisa só. A “pior” coisa. Se fosse pra você rankear as suas fraquezas em japonês, essa seria a nº 1.
Depois que você descobrir, é hora de traçar um plano que vai transformar esse ponto fraco em ponto forte. Para fazer isso, você tem que abandonar todo o resto e focar somente nesse ponto fraco.
Pense nos grandes profissionais do mundo. Jogadores de baseball, patinadores de gelo, mestres do xadrez, programadores, etc. O motivo pela qual eles são ótimos (e não apenas mais ou menos, como todo o resto) é basicamente porque eles focaram nos seus pontos fracos. Um patinador de gelo não vai passar todo o seu tempo focando no que ele é bom. Isso vai fazer com que ele se sinta bem consigo mesmo, tenho certeza. Mas ele não vai melhorar dessa forma. Em vez disso, ele deve trabalhar aquele salto triplo que mais causa problemas pra ele. Aquele que mais faz ele cair. Se ele puder melhorar nesse aspecto, toda a rotina de patinação dele vai melhorar.
É a mesma coisa no aprendizado de uma língua (e todo o resto, na verdade!). O exemplo mais fácil disso é kanji. É o ponto fraco de muita gente. Digamos que você esteja estudando com um livro didático, aprendendo um pouco de gramática japonesa. Você tem que ler os exemplos de frases, e praticamente toda hora que aparece um kanji, você tem que pesquisar o seu significado. Ou, cada hora que aparece uma palavra que usa kanji (que é tipo, O TEMPO TODO), você tem que procurar o significado dela.
Quando você tem que procurar por algo (que não tem nada a ver com a gramática que você está estudando), isso vai tirar o seu foco do que você está realmente tentando estudar. Quando você volta pra gramática, você tem que focar de novo. Momentos depois, você repete essa rotina e continua repetindo e repetindo. Isso exige muito do seu cérebro. Ele faz com que você queira parar a atividade. Seu cérebro só consegue absorver tantas mudanças de foco como essas por dia antes de ele precisar encerrar as atividades e descansar, o que significa que você não vai conseguir estudar por um longo período ou efetivamente.
Mas, imagine se kanji fosse um dos seus pontos fortes. Você raramente teria que pesquisar kanji. você poderia estudar por mais tempo sem precisar descansar. E, você poderia focar na gramática, que é o que você está realmente estudando.
O mesmo é válido para todos os outros pontos fracos também.
Nem todos vocês vão ter disponibilidade para fazer isso (talvez porque você esteja estudando numa escola). Mas nesse ponto, é melhor largar todos os outros estudos de japonês e focar somente no seu ponto fraco. Se é kanji, você deve largar a gramática e focar só em aprender mais kanji, solidificando os kanji que você sabe, e aprendendo vocabulário que use esses kanji. Você pode, por exemplo, decidir aprender 200 kanji e 500 palavras (ou chegar no 8º nível do WaniKani) antes de retornar aos seus estudos regulares. E quando você fizer isso, você ficará surpreso com o alívio que será. Estudar voltará a ser divertido! Você vai progredir muito mais rápido. Mesmo que você dê um passo para trás no curto prazo, você ficará apto a ganhar fluência com muito mais rapidez do que antes.
Então, qual é o seu ponto fraco no estudo de japonês? O que você vai fazer a respeito? e como isso vai te ajudar a progredir com a sua habilidade na língua japonesa?
Se você ainda não viu, veja o vídeo (em inglês), e comece agora mesmo. Transforme o seu ponto fraco num ponto forte nos seus estudos. Em um mês, me diga como isso te ajudou a melhorar seu japonês.
♥Koichi
P.S. Caso você tenha problemas pra chegar num ponto fraco, aqui vão alguns que vejo bastante:
  • Kanji
  • Vocabulário
  • Verbo/Adjetivo/Conjugações de substantivos
  • Verbos transitivos/Intransitivos (intermediário)
  • Ler nomes japoneses (avançado)
  • Linguagem de gênero (avançado)
  • Japonês formal (avançado)
  • Simplesmente se certificando de que você estude todos os dias (formação de hábito)
  • Partículas japonesas
  • Velocidade de leitura de hiragana
  • Velocidade de leitura de katakana
  • Escrever e/ou ordem dos traços
  • Teclar em japonês
Você saberá qual é o seu ponto fraco, se você refletir sobre ele. Se você não sabe quais são os seus pontos fracos, a probabilidade é que você não esteja estudando há muito tempo. Certifique-se de voltar a esse conceito daqui a alguns meses.

💡
Se você gostou, clica “gostei”. 👍Quando você clica “gostei”, comenta ou compartilha, você está participando. Quando você participa,  você simplesmente patrocina esse blog, você está dizendo para o Google que ele deve expandir de alguma forma essa mensagem para mais pessoas, então ele fica mais propenso a dividir esse tipo de mensagem com mais pessoas e faz com que esse projeto atinja mais pessoas e faz com que eu tenha mais motivação pra escrever esses posts pra você. Te encontro no próximo post! 🙏
kamira

 

Comments

comments

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*