Escrita Japonesa: Entendendo os Kanji 漢字 Super Guia

Kanji

Fonte da imagem

Introdução

Então você está curioso para saber mais sobre os ideogramas japoneses? Realmente, os ideogramas são muito fascinantes.

Talvez você já tenha visto alguma tabela mostrando a origem de alguns deles. Por exemplo, que o kanji de montanha vem do desenho de montanha, o de mulher vem de uma mulher com as pernas cruzadas. Se você não viu ainda, aqui vão alguns exemplos de desenhos que originaram kanji:

Chikara Kanji Força Projeto Revista Língua Cultura Japonesa Japones Japao Anime Camila Eleuterio Hi Fogo Kanji Projeto Revista Língua Cultura Japonesa Japones Japao Kanji Cachorro Projeto Revista Língua Cultura Japonesa Aprenda Japones

Fonte das imagens

kanji origem

Fonte

On’yomi (leitura chinesa), kun’yomi (leitura japonesa), jūbako-yomi and yutō-yomi (leituras mistas/palavras híbridas), ateji (kanji usado pelo som), gairaigo (palavras estrangeiras com kanji) e nanori (leitura de nomes). Se você já estuda japonês, provavelmente já sabe o que é on’yomi e kun’yomi, mas talvez esses outros termos sejam novidade para você. Eu mesma só fui saber essas outras leituras quando fiz um curso de japonês voltado à leitura. Saber sobre esses desdobramentos é útil porque no decorrer do seu processo de estudo de japonês você vai se deparar com kanji que fogem à regra kun’yomi/on’yomi, principalmente se você, assim como eu, é do tipo de estudante curioso que já quer ler mangá depois da primeira aula de nihongo!

Espero que esse artigo seja útil para você e, se você gostar, ajude a patrociná-lo compartilhando-o. Assim, você me motiva a continuar fazendo artigos como esse.

Kanji 漢字 e Leituras On’Yomi e Kun’Yomi

Captura de Tela 2015-09-28 às 10.33.24

Fonte da imagem

A escrita japonesa usa caracteres silábicos, que são  os hiragana ひらがな e os katakana カタカナ e símbolos gráficos, que são os ideogramas ou kanji 漢字.

Cada kanji pode ter mais de uma leitura. As leituras se dividem em “leitura chinesa” (on’yomi) e “leitura japonesa” (kun’yomi).

Existem cerca de dez mil ideogramas nos dicionários japoneses, mas apenas cerca de quatro mil são os mais usados. Os dicionários chineses chegam a ter cerca de cinquenta mil ideogramas.

Os ideogramas japoneses possuem uma leitura em japonês e uma pseudo-leitura em chinês (não é exatamente chinês, mas é mais como os japoneses pronunciam o som de origem chinesa).

Exemplo: o kanji 日 (sol, dia) tem as leituras chinesas nichi ou jitsu e as japonesas hi ou ka. O uso de uma ou outra leitura vai depender das combinações com outros ideogramas para a formação de novos significados.

Exemplos:

  • 何日 (nannichi: qual dia)
  • 本日 (honjitsu: hoje)
  • 日 (hi: sol)
  • 二日 (futsuka: dia 2)

Em 日曜日 (nichiyōbi: domingo), usa-se duas leituras, sendo que o bi final é a sonorização de hi.

Porém, essas diferenças não fogem do sentido original de “dia” e “sol”.

Geralmente, as palavras representadas por um kanji, ou um kanji mais hiragana e nomes próprios são lidas em leitura kun’yomi (leitura japonesa).

Exemplos:

  • Palavra escrita com um só kanji: 空 (sora: céu)
  • Palavra escrita com kanji + hiragana: 見る (miru: ver)
  • Nome próprio: 桜 (sakura: cerejeira)

Mais exemplos de kanji em leitura kun’yomi

Kanji Básico

Fonte

Exemplo de desdobramento do kanji 水 (mizu = água). Sozinho, sua leitura é kun’yomi = mizu; acompanhado de outros kanji, sua leitura é on’yomi = sui :

 

kanji_agua

Fonte

As palavras representadas com dois ou mais ideogramas são lidas com leitura “chinesa” on’yomi:

  • 元気 (genki: bem de saúde, tudo bem)
  • 先生 (sensei: mestre, professor, “aquele que nasceu antes”)
  • 仕事 (shigoto: trabalho)

Em alguns poucos casos, podem ser usadas duas leituras. Exemplo:

  • 明日 (asu, ashita, myōnichi: amanhã)

Kanjis Híbridos de Kun’Yomi e On’Yomi

kin-iro cor dourada kanji projeto revista língua cultura japonesa camila eleuterio www.projetorevista.com.br

Fonte da imagem

Existem palavras japonesas que são lidas parte em kun’yomi e parte em on’yomi.

Se a primeira leitura é kun’yomi e a segunda é on’yomi, esse tipo de leitura é chamada yutō-yomi. Exemplo:

場所 basho / lugar

場 leitura kun’yomi ば / ba

所 leitura on’yomi ショ / sho

Se a primeira leitura é on’yomi e a segunda é kun’yomi, esse tipo de leitura é chamada jūbako-yomi. Exemplo:

金色 kin’iro / cor de ouro

金 leitura on’yomi  キン / kin

色 leitura kun’yomi  いろ / iro

Palavras Estrangeiras em Kanji: Ateji 当て字

Os kanji “ateji” são palavras estrangeiras escritas em kanji.

Existem ateji que são formados só com os sons dos kanjis, desconsiderando o significado deles. Exemplos:

  • 寿司 (sushi: o dois ideogramas separados não têm nada a ver com comida. O primeiro 寿 significa “vida longa” e o segundo 司 significa “administrar”)
  • 珈琲 (kōhī, a palavra japonesa para café, emprestada da língua inglesa, e que pode ser escrita em katakana コーヒー)
  • 亜細亜 (ajia: Ásia esse termo é considerado arcaico, mas o primeiro kanji 亜 continua sendo usado em outras palavras que tenham a ver com Ásia, como: 東亜 tōa: Oriente, embora o kanji 亜 tenha o significado de “subsequente”, ou seja, nada a ver com “Ásia”). A mesma coisa aconteceu com o termo 亜米利加 (amerika: Estados Unidos, também um termo arcaico, mas que originou o termo 米国 beikoku, que significa literalmente “país do arroz”, mas que teve o significado atribuído de Estados Unidos da América)

Ou seja, você pode escrever seu nome com kanji! Por exemplo, o meu nome é Camila. Em japonês se fala “Kamira” e se escreve com katakana, ficando assim: カミラ. Eu posso escolher escrevê-lo com kanji, embora em ocasiões formais isso não seja apropriado. Esses são os kanji que escolhi para ele: 加美羅 – eles foram mais escolhidos pela estética do que pelo significado em si.

Atejis também podem pegar kanjis de acordo com o seu significado, mas serem lidos de acordo com a forma estrangeira. Exemplo:

煙草 tabako / tabaco

煙 significa fumar

草 significa relva

Atejis também podem ser palavras que são misturas de sons e significados. Por exemplo, a palavra 合羽 kappa/capa, foi introduzida pelos portugueses através do termo “capa”. Os kanjis escolhidos para representar essa palavra foram 合 “juntar” e 羽 “asas”, ou seja, “asas se juntando”, como um pássaro que junta as asas para se proteger da chuva.

Outros kanjis assim:

倶楽部 kurabu/clube

算盤 soroban/ábaco

剃刀 kamisori/lâmina

Garaigo com Um Kanji – Palavras Estrangeiras

Gairaigo é um termo usado para palavras não japonesas que geralmente são escritas em katakana e faladas de acordo com a pronúncia japonesa. São palavras como アルバイト (arubaito/arbeit (alemão)/trabalho de meio período) e  コンピュータ (konpyūta/computador).

Porém, há alguns casos em que alguma gairaigo ganha um kanji como se fosse uma abreviação. Muitas dessas palavras são unidades de medida. Exemplos:

メートル mētoru / metro pode ser escrito com o kanji 米

ページ pēji / página pode ser escrita com o kanji 頁

ゼロ zero / zero pode ser escrito com o kanji 零

Note que essas palavras, na verdade, não são consideras ateji porque elas não pegam nem o significado e nem o som do kanji. Essas leituras são chamadas kun’yomi.

Nanori 名乗り Leitura de Nomes

Mesmo para os japoneses, às vezes é difícil ler o nome de alguém em kanji. Por quê? Porque, às vezes, a leitura de certos nomes e sobrenomes não tem nada a ver com a leitura normal do kanji. Ou então, pode ser um nome comum como Akira, que é um nome tanto de homem quanto de mulher. Mas esse nome pode escrito com vários kanjis. Alguns kanjis usados para se escrever Akira:

彰, 明, 顕, 章, 聴, 光, 晶, 晄, 彬, 昶

Exemplo de nome difícil de ler:  裕仁

Separadamente, cada kanji lê-se: 裕 (ユウ/yū) e  仁 (ジン, ニン jin, nin)

Ou seja, se o lermos esse kanji ao pé da letra, seria “Yūnin” ou “Yūjin”. Porém, a forma correta é lê-lo Hirohito, que é como é escrito o nome do Imperador Hirohito.

Um sobrenome de leitura diferente, também, é: 長谷川. Se você tentar lê-lo por cada leitura on’yomi, ficará algo como Chōkokugawa. Mas, na verdade, ele se lê “Hasegawa”.

Ufa!

Vamos tirar um intervalo! 休憩!

Captura de Tela 2015-09-28 às 15.49.17

.

.

.

Pronto? Então vamos continuar!

Captura de Tela 2015-09-28 às 15.59.46

Radicais

Alguns kanji como 日 podem se tornar radicais de outros kanji. Exemplos:

  • 映 (ei: brilho)  e 早 (hayai: cedo). O ideograma 日 fica um pouco diferente para se adequar à harmonia gráfica do kanji completo, que fica dentro de um “quadrado imaginário”.

duzentos e catorze (214) radicais que podem aparecer sozinhos ou em várias posições. Esses radicais podem facilitar a memorização do significado porque remetem ao significado do radical sozinho.

Quando uma palavra é representada por dois kanji iguais, se usa o símbolo 々: Exemplo: 日々 (hibi: diariamente) e não 日日 .

Como Encontrar Kanji No Dicionário

Para se um kanji em um dicionário de kanji, você pode:

  1. Encontrá-lo pela sua LEITURA/LEITURAS
  2. Encontrá-lo pelo seu RADICAL
  3. Encontrá-lo pelo NÚMERO DE TRAÇOS

Exemplo:

O kanji 日 tem 4 TRAÇOS, que são determinados pela sua rígida ordem de escrita que segue dois critérios básicos:

  • todo traço deve ser feito da esquerda para a direita e
  • de cima para baixo

Isso é muito importante para que consigamos contar os traços do modo correto.

Okurigana

Um kanji pode ser acompanhado de sílabas em hiragana, que são chamadas aqui de okurigana. Ele pode fazer parte da raiz da palavra e ser inflexível ou pode ser flexível por estar expressando verbos e adjetivos.

Nos exemplos a seguir, considere as letras MAIÚSCULAS como a RAIZ da palavra e as minúsculas como o okurigana.

食べる          TAberu           大きい          Ōkii

食べない       TAbenai     大きくない  Ōkikunai

食べた     TAbeta     大きかった  Ōkikatta

Furigana

Furigana

Furigana (ou rubi) é uma pequena leitura do kanji, que pode aparecer em cima ou ao seu lado. Ele é usado para facilitar a leitura. Exemplo:

 

Captura de Tela 2015-09-28 às 16.36.35

A Vantagem do Kanji

Pode parecer complexo. Você pode estar se perguntando “Por que não usar somente hiragana e katakana?”.

Bom, a questão é que, apesar de haver tantos kanjis, eles facilitam a leitura também porque na língua japonesa existem muitas palavras homófonas, ou seja, palavras com o mesmo som, mas com significado diferente.

Por exemplo, existem mais de 40 kanjis com o som hi: 日、火、費、非、灯…

Se toda uma frase for escrita em hiragana, só dará para compreender a frase pelo contexto ou pelas palavras mais conhecidas. E também demora mais para ler porque, quando você adquire fluência na leitura, você sabe o significado da palavra sem necessariamente lê-la. Numa passagem de olhos rápida por um texto, é possível pegar o significado geral do texto mais rapidamente com os kanjis, do que se o texto estivesse em hiragana.

Também há casos de hiraganas que aparecem no meio de kanjis, como na palavra ikebana (arranjo floral): 生け花, que também pode ser escrita só em kanji:生花. Mas não existe uma regra para isso porque não causa muita confusão.

Dicionários

Existem dicionários só de kanji e eles são chamados Kanwa Jiten. Porém, eles são somente em japonês, então podem ser difíceis para iniciantes.

Hoje em dia com a internet e o mundo dos apps, opção é o que não falta.

Eu recomendo o dicionário online Jisho.org.

 

Como Procurar Kanji no Jisho.Org

Pelo Jisho.org, dá para desenhar o kanji que você quer encontrar e ele detecta o que pode ser e você seleciona o que você quer a partir das sugestões. Ohe a imagem abaixo:

Captura de Tela 2015-09-28 às 16.51.07

Outra maneira de encontrar kanji no Jisho.org é pelo RADICAL do KANJI. Lembra que falamos sobre o kanji 日, que também atua como radical de outros kanji, como esse 早い? Então, é só clicar na parte de radicais do Jisho, que você vai ter várias sugestões de radicais. Lá , você procura pelo radical do kanji que você está procurando. É assim:

Captura de Tela 2015-09-28 às 17.03.02

Como Memorizar Kanjis

Existem vários métodos para se memorizar kanjis. Mas antes disso, gostaria de dizer que o principal é revisar os kanjis, assim eles passarão da sua memória recente para a memória perante. Outra dica também é você perceber qual é a sua melhor maneira de aprender as coisas. É desenhando? É falando? Ouvindo? Explicando? Se conhecer pode poupar horas de estudo frustrado. Então, vale a pena investir no que você é bom.

Veja mais algumas sugestões:

  1. A escrita sistemática e repetitiva;
  2. Fazer cartões, cada um com um ideograma, como cartas de baralho;
  3. Colocar nos objetos uma etiqueta com o ideograma;
  4. Fazer uma apresentação no Slideshare;
  5. Usar programas de flashcards como o Anki
  6. Invente!

Final

É isso aí! Kanjis são complexos, mas são lindos, não são? E aprender eles também tem a vantagem cognitiva de usar o lado direito do cérebro!

Só tome cuidado para não sair por aí dizendo o que está errado em algumas tatuagens como essa aqui… Rsrsrs

Kanji Tattoo FAIL


 

💡
Clica “gostei” se você gostou. 👍Quando você clica “gostei”, comenta ou compartilha, você está participando. Quando você participa,  você simplesmente patrocina esse blog, você está dizendo para o Google que ele deve expandir de alguma forma essa mensagem para mais pessoas, então ele fica mais propenso a dividir esse tipo de mensagem com mais pessoas e faz com que esse projeto atinja mais pessoas e faz com que eu tenha mais motivação pra escrever esses posts pra você. Te encontro no próximo post! 🙏

Fontes

Material Didático do Curso de Japonês Instrumental para Brasileiros organizado pela Profª Drª Neide Hissae Nagae juntamente de outros professores de japonês

https://en.wikipedia.org/wiki/Ateji

http://www.sljfaq.org/afaq/names-for-people.html

http://www.tofugu.com/tag/ateji/

Dicionário

Jisho.org