A Artista Chiharu Shiota e as Conexões Humanas Agora em São Paulo

Exposiçào Arte Japonesa

chiharu-shiota-the-key-in-the-hand-venice-art-biennale-designboom-06

Conexões Humanas na Visão da Artista Chiharu Shiota

“Chaves são coisas familiares e muito valiosas que protegem pessoas e lugares importantes nas nossas vidas. Elas também nos inspiram a abrir a porta para mundos desconhecidos.”

O tal do fiozinho vermelho (akai ito) que os japoneses consideram interligar os corações reaparece aqui nessa instalação da japonesa Chiharu Shiota,

The Key in the Hand

Bienal de Veneza 2015
Chiaru Shiota Entrelaça um Labirinto Imersivo de Chaves e Lã
http://www.designboom.com/…/chiharu-shiota-venice-art-bien…/

Chiharu Shiota vê a Chave como um Corpo Humano
https://www.youtube.com/watch?v=DV3AwzrQbIo

E agora Chiharu está com uma exposição no SESC Pinheiros! Confira:

Do site do SESC:

Apresentada no Sesc Pinheiros, a exposição “Chiharu Shiota – Em busca do destino” será formada por grandes instalações que evocam memórias e trajetórias; você pode participar da criação enviando cartas de agradecimento e sapatos, que completarão a cartografia afetiva da artista japonesa 

Chiharu Shiota quase foi brasileira. Seu pai, na juventude, cogitou emigrar para o Brasil, mas acabou ficando no Japão e em 1972 teve a filha, que nasceu na cidade de Osaka, formou-se em Kyoto e completou os estudos na Alemanha, onde reside há 14 anos e se estabeleceu como um dos nomes mais expressivos das artes visuais na contemporaneidade. Dedicada às instalações de grandes proporções, geralmente formadas por emaranhados de fios de lã e objetos do cotidiano usados – não à toa, o jornal britânico The Guardian chegou a definir Chiharu como “uma mulher-aranha que escala em torno dos entrelaçamentos do nosso inconsciente” –, a artista irá, agora, reverberar esse “quase vir a ser brasileira” na mostra “Chiharu Shiota – Em busca do destino”, primeira exibição de seu trabalho na América Latina.

Com curadoria da historiadora de arte Tereza de Arruda e abertura marcada para o mês de setembro, a mostra especialmente criada para o Sesc Pinheiros abrigará três instalações da artista, traçando um percurso expositivo continuado em diferentes espaços da unidade que discutirá questões como memórias e trajetórias. Para a composição desse trabalho, Chiharu, como costuma fazer em seus projetos mundo afora – incluindo na 55ª Bienal de Veneza, onde está em cartaz atualmente –, convida pessoas de todas as idades a participarem da criação por meio da doação de itens pessoais: neste caso, sapatos e cartas manuscritas com mensagens de agradecimento. Os sapatos formarão uma grande instalação na entrada da unidade, enquanto as cartas darão corpo a um ambiente delineado pela trama de depoimentos.

COLETA: 21 de julho a 11 de setembro
EXPOSIÇÃO: 13 de setembro de 2015 a 10 de janeiro de 2016

COMO PARTICIPAR:

:: CARTAS
Mensagens pessoais, escritas à mão, de agradecimento. Formas de recebimento:

Ponto de coleta no piso térreo do Sesc Pinheiros
De terça a sexta, das 10h às 21h30; sábados, das 10h às 21h; domingos e feriados, das 10h às 18h30

Correio
Carta endereçada ao Sesc Pinheiros (Rua Paes Leme, 195, São Paulo-SP, CEP 05424-150), A/C Chiharu Shiota

E-mail
Envio da imagem da carta manuscrita para embuscadodestino@pinheiros.sescsp.org.br

Redes sociais
Publicação da imagem da carta com a #embuscadodestino

:: SAPATOS
De qualquer tamanho, cor ou estado de uso. Forma de recebimento:

Ponto de coleta no piso térreo do Sesc Pinheiros
De terça a sexta, das 10h às 21h30; sábados, das 10h às 21h; domingos e feriados, das 10h às 18h30

E aí, animou de ir?

Se quiser saber mais sobre o trabalho da Chiharu, recomendo o livro: Chiharu Shiota: The Key in the Hand


💡
Clica “gostei” se você gostou. 👍Quando você clica “gostei”, comenta ou compartilha, você está participando. Quando você participa,  você simplesmente patrocina esse blog, você está dizendo para o Google que ele deve expandir de alguma forma essa mensagem para mais pessoas, então ele fica mais propenso a dividir esse tipo de mensagem com mais pessoas e faz com que esse projeto atinja mais pessoas e faz com que eu tenha mais motivação pra escrever esses posts pra você. Te encontro no próximo post! 🙏
kamira