18 Frases do Diretor de Animes Hayao Miyazaki

 

Miyazaki Não É Otaku Projeto Revista Língua Cultura Japonesa

#1 Indústria do Anime

Animes e mangás de grande qualidade são produzidos ao se observar pessoas reais em ação. Esse não é o caso hoje porque a indústria está cheia de otakus.

Nausicaa Hayao Miyazaki Projeto Revista Língua Cultura Japonesa

#2 Retratação de Personagens Femininas

Agora tem muita gente que desavergonhadamente retrata heroínas como se eles quisessem que as garotas fossem animais de estimação.

Projeto Revista Língua Cultura Japonesa Especial Hayao Miyazaki Mononoke Hime San Ashitaka

#3 Sobre os contrastes em Mononoke Hime

Não dá para se ter um final feliz em uma briga entre deuses enfurecidos e humanos. Porém, mesmo no meio do ódio e de matanças, existem coisas pelas quais vale a pena viver. Um encontro maravilhoso ou uma coisa bonita podem existir. Nós retratamos o ódio, mas é para mostrar que existem coisas mais importantes. Nós retratamos uma maldição para mostrar a alegria da liberação. O que nós buscamos retratar é como o garoto entende a garota, e o processo no qual a garota abre o seu coração para o garoto. No final, a garota vai dizer para o garoto: “Eu te amo, Ashitaka, mas não posso perdoar os humanos.” Sorrindo, o garoto deve dizer: “Tudo bem. Fique comigo.

Hayao Miyazaki Fumando Projeto Revista Língua Cultura Japonesa

#4 Auto-aceitação e Ativismo

Eu aprendi a aceitar o fato de que eu posso ser útil apenas numa área na minha proximidade imediata, digamos um raio de 30 metros ou, no máximo 100 metros. Eu passei a aceitar as minhas próprias limitações. No passado, eu costumava me sentir obrigado a fazer algo pela humanidade. Mas eu mudei bastante com o passar dos anos. Houve um tempo em que me envolvi com o movimento socialista, mas eu devo dizer que era bastante ingênuo. Quando eu vi um retrato do Mao Tse-tung pela primeira vez, achei a cara dele revoltante. Mas todo mundo me dizia que ele era “um grande e bom homem”, então eu tentei pensar que era só um retrato ruim. Eu deveria ter confiado na minha intuição. Essa não foi certamente a única vez em que fiz uma decisão ruim. Eu ainda sou um homem de muitos erros.

 

Totoro

#5 Motivação Artística

Minha base é: eu quero enviar uma mensagem de encorajamento para todos os que estão vagando sem objetivo na vida.

Projeto Revista Língua Cultura Japonesa Especial Hayao Miyzaki Ponyo Correndo Estados Alterados de Consciência

#6 Retratar o Pulso da Vida

Tenho o desejo de criar uma maneira de correr emocionante que comunique alegria. Um personagem cheio de vida andando com os seus pés no chão sólido, seu estado emocional expresso pela maneira com que ela anda e, com o seu andar, comunicar a sensação que ele tem ao subir a ladeira – isso é fundamental. Ser capaz de mostrar maneiras maravilhosas de correr, um correr que expressa o próprio ato de viver, o pulso da vida na tela – isso me daria um enorme prazer.

Projeto Revista Língua Cultura Japonesa Especial Filmes Hayao Miyazaki Totoro

#7 O Esquecimento da Infância

Eu acredito que as almas da crianças são herdeiras de uma memória histórica das gerações anteriores. Acontece que, à medida que elas crescem e experenciam o cotidiano comum, essa memória vai cada vez mais para o fundo. Eu sinto que preciso fazer um filme que alcance esse nível. Se eu pudesse fazer isso, morreria feliz.

Captura de Tela 2015-09-22 às 00.46.42

#8 Medo da Morte

Eu fico apavorado com a morte quando estou num estado mental negativo. Mas o pensamento na morte cessa quando eu me torno produtivo.

Nausicaa

#9 O Que Ele Quer Comunicar?

Ao meu ver, criar animações significa criar um mundo ficcional. Esse mundo acalma o espírito dos que estão desanimados e exaustos de lidar com os limites extremos da realidade, ou aqueles que estão sofrendo de uma distorção míope das suas emoções. Quando o público está assistindo a uma animação, ele está apto a se sentir leve e alegre ou purificado e renovado.

Chihiro

#10 Tempo e Espaço

Ao torcer o tempo e o espaço, se torna possível criar um mundo mais fantástico e mágico.

Projeto Revista língua Cultura Japonesa Especial Hayao Miyazaki Ponyo

#11 Papel dos Meninos nas Animações

Porque tem tantas mulheres fortes agora, acho que talvez eu devesse começar a fazer filmes sobre homens para encorajá-los. Mas o papel do menino e o papel da menina são diferentes. Em Ponyo, o menino Sasuke faz uma promessa a Ponyo de que ele iria protegê-la e ele enfrenta muitos desafios. Eu acho que é muito importante manter as promessas. Fazer promessas e cumpri-las.

 

Projeto Revista Língua Cultura Japonesa Meu Vizinho Totoro Resenha Hayao Miyazaki

#12 O Personagem Totoro

Eu acho que a natureza está além do nosso entendimento. Quando desenhamos animais, desenhamos seus olhos de modo que podemos entender o que eles sentem, mas quando concebi Totoro, falei para os animadores que era para fazer ele de modo que não desse para saber se ele é inteligente ou estúpido, se ele está pensando em algo muito profundo ou se não está pensando em nada.

Captura de Tela 2015-09-22 às 00.57.34

#13 Japão Tradicional

Quando eu falo sobre tradições, eu não estou falando sobre templos, que nós pegamos da China de qualquer jeito. Existe um Japão indígena, e os elementos dele é que estou tentando capturar no meu trabalho.

Ponyo08

#14 O Mal

A ideia de retratar o mal e então destruí-lo – eu sei que isso é considerado o padrão, mas eu acho decadente. Essa ideia de que quando algo mau ocorre alguém em particular deve ser culpado e punido é, tanto na vida quanto na política, inútil.

Captura de Tela 2015-09-22 às 01.16.11

#15 Os Desastres Naturais nos Seus Filmes

Eu prefiro olhar desastres por outro ponto de vista. Quando acontece um desastre, as pessoas ajudam umas às outras e se tornam boas. E depois de uma chuva assim as plantas da floresta ficam mais saudáveis.

Captura de Tela 2015-09-22 às 01.20.22

#16 Respeito à Natureza

Nós precisamos de cortesia em relação à água, às montanhas, ao ar, a todos os seres vivos. Nós não devemos pedir, pelo contrário, nós mesmos devemos dar cortesia a eles. Eu acredito na existência de um período quando a força das florestas era muito mais forte do que a nossa força. Tem algo faltando na nossa atitude em relação à natureza.

Captura de Tela 2015-09-22 às 01.22.51

#17 Trabalhar é Pensar Constantemente

Um trabalho pode ser uma obra-prima ou… algo mais modesto, mas eu percebi que todos eles se originam do mesmo lugar – um ambiente onde as pessoas estão constantemente pensando e repensando suas próprias ideias. Ou seja, nós não simplesmente relaxamos e aguardamos que as ideias venham, ao contrário do que as pessoas podem pensar.

Rashomon

#18 Miyazaki é fã de Rashomon, do Kurosawa

Para mim, os filmes que ficam na minha cabeça não são os que me deixam pra cima, mas os que retratam as verdades da sobrevivência.

Fontes:

Hayao Miyazaki in Conversation with Roland Kelts – Youtube